domingo, 9 de janeiro de 2011


Nos olhos desta menina,
Sombras e luz no quintal,
Nos olhos desta menina,
Um multicor vendaval,
Nos olhos desta que cresce,
Já umas remotas lembranças,
Nos olhos da não já menina,
Parcas e curtas esperanças,
Nos olhos desta que já foi,
Menina, mãe e mulher,
Os desencontros são tantos,
Que ela já nem sabe quem é...
Na sua retina que ‘inda brilha
Ficou fina espessura do passado,
Uns cheiros, uns passos de dança,
E a voz dos seus amados,
Neste momento brilha a lágrima,
Nos olhos de uma mulher,
Que guardou tudo para agora,
E agora já não sabe quem é...
Nos olhos desta menina,
Ela de tudo sabia,
Hoje ela tenta reaver alguns sonhos,
Que se perderam em romarias.

Gláucia Carvalho
9.1.2011

5 comentários:

Ivanei disse...

Parabéns Gláucia pelo blog!
Não deixe de escrever, quem sabe um dia vira um bom livro de cabeceira?
Beijo amiga.

J.F.AGUIAR disse...

Os olhos de mulher poetisa...
Nunca teremos todas as repostas...
as indagações que nos atormentam
você aprendeu a conviver com elas
de maneira construtiva. Podemos
viver com grandes dificuldades e mesmo assim proseguir.Há momentos
que deparamos com um imenso vázio
interior, mas não será essa percepção que nos fará desistir, de ir em frente em busca de metas e sonhos. Mesmo em plena vigência
de nossa lucidez,somos paradoxais
(quem nunca foi atire a primeira
pedra)... somos assim. Somos complexos, convivemos com injustiças, insatisfações, realizações
saudade, plenitude, quietude e inquietações, alegrias e tristezas
Questionamos as nossas andanças,
Dúvidas e incertezas...
Quando a solidão chega ao seu limite podemos perceber, NA verdade
Deus nunca desistiu de nos amar
Sem a sua presença nos teriamos
sucumbido...O motivo das nossa esperança: É Jesus ele passou
por tudo isso e nos ensinou.Ele está dentro de nós ele é o nosso
Consolador, força vital que nos
move.continue você está no CAMINHO
Belo poema!

Gláucia Carvalho disse...

Valeu Ivanei! Minha mãe já tá tentando organizar minha bagunça de rascunhos para fazermos, quem sabe, um livro...

Beijo meu mano querido.

Gláucia Carvalho disse...

Sr. José, ver o senhor assim tão sereno... a me dizer de coisas que sabe bem mais que eu. Isto me deixa realizada e com a sensação de parte do dever cumprido. Pelo menos eu falo daquilo que vem lá do fundo da alma... e o senhor entende...

Obrigada. Sei que só em Jesus, todas as respostas, inclusive as que não temos aqui!
Um beijão para o senhor e família!

artesanatodaclaudinha disse...

Lindas e sábias são as palavras qdo ditas pelo coração, no auge da emoção!!!
Parabéns continue tua caminhada.
Bjokas
Claudinha-RS