sexta-feira, 11 de março de 2011

Charlie Sheen e o Capetinha

Charlie Sheen e o Capetinha

Estou abismada com a situação crítica do ator Charlie Sheen.
Eu sempre fui fã dele por ser um excelente ator de comédias. “Top Gang” foi  uma sátira incrível a alguns filmes.  Assisto um episódio ou outro de Two and a Half Men,  porque acho interessante a interação dos irmãos com Jake. O garotinho prodígio. De fato os criadores da série são mesmo muito inteligentes, pois conseguem tirar humor da degradação humana encarnada no personagem de Charlie.
Depois que ele foi demitido da Warner, só ouço falar de Charlie Sheen, ou Harper, pois vejo que os dois se confundem.  A que ponto o homem (não o personagem) chegou Porque as celebridades ganham holofotes até mesmo quando são desagradáveis, arrogantes e porque a imprensa ama a desgraça alheia
Hoje resolvi seguí-lo no Twiter e a mensagem única que ele enviou neste dia 11.3.2011, foi demonstrando sua tristeza diante da tragédia ocorrida no Japão. De que devemos ser solidários em união e amor em favor daquele sofrido povo, exatamente no momento em que eu orava pelos japoneses.

Hum... quem é Charlie Sheen afinal Senti compaixão dele. Ele é viciado em todo tipo droga,  álcool, prostituição,   completamente preso em si mesmo nos seus medos e neuras. Como qualquer ser humano, ele precisa desesperadamente de Deus! Porque não o deixam em paz Porque o show é mais importante que a vidaPorque a imprensa prensa ao limite as celebridades, quando há tanto mais que se noticiar

Na contra-mão, lembro-me da primeira vez que vi o “Capetinha”, no centro da cidade onde resido. Um menino, uma criança de 12 ou 13 anos, aparentando ter menos ainda certamente por maus tratos e uma óbvia desnutrição.  Alertaram-me que ele era um dos mais perigosos traficantes de “Crack” da região, também viciado nesta praga assim como Charlie Sheen.
Era ele misturado aos seus clones, sem história, temidos, temerosos, escondidos, vagando nas noites frias. Não tenho muito o que contar do “Capetinha”. Eu nunca sequer soube o seu verdadeiro nome. O que me choca, neste drama todo, é que ele nunca ganhou as manchetes de nenhum jornal. Nem uma coluna pequena.  Nem no obituário, pois “Capetinha”  foi assassinado brutalmente e teve o seu corpinho de menino exposto.  Nu! Ali no meio da rua. Isto não valeu sequer uma foto. Qual a diferença de um e de outro
Eu chorei quando “Capetinha” morreu. E chorei quando soube que mais alguns meninos que andavam com ele também tiveram o mesmo destino. No jornal NADA!

Hoje eu choro pelo Japão. Choro também por Charlie Sheen e peço a Deus que ele ainda tenha tempo de se arrepender e salvar a sua alma. Só ele mesmo, que está vendo sua vida desmoronar, com seus filhinhos sendo retirados de seus braços, com o problema do vício, do vazio, sabe que não resistirá por muito tempo. Certamente não será esquecido, como já foi esquecido e substituído o pequeno “Capetinha”.

Gláucia Carvalho
11.3.2011

5 comentários:

O Huguenote disse...

Ah Musa Musical! Menina querida de Abba! Ser sensível dói demais, mas é melhor que a indiferença. Tb gosto do ator Charlie Sheen, porém, como expuseste, ele é mais que isso, é nosso irmão de Criação, carecente dessa Graça incrível que nos tira do pó.
Deus o encontre em seus desencontros!
"Um sentir e do sentente, mas outro é do sentidor." Riobaldo (Gde Sertões: Veredas)
Ósculo e amplexo.

Marco Aurelio disse...

Hj vc ta inspirada... Que Deus de ao mundo seus olhos de amor e compaixão, um pouco dessa beleza tremenda que existe no seu coração.

J.F.AGUIAR disse...

Olá Gláucia, temos muitos "Capetinhas" fruto do desamor...abandono, social
abandono de nossas autoridades...
falta de amor... falta do amor
maior o amor de Deus... muitos
não foram atingidos pela mensagem
de salvação...seus pais não deram
porque também não tinham, temos muito o que fazer...falar e viver
o amor de Cristo, nos somos instrumentos... precisamos falar
mais, viver mais este grande amor
Muitas... crianças e jovens se perdendo, muitas drogas...
Pouco Cristo. eu tenho vivido este
drama em uma comunidade que eu tenho evangelizado...Só Jesus e a
Solução...! Sua preocupação
nos faz novamente refletir...
que o Senhor nos oriente sempre
precisamos agir.
nossas crianças

Fábio Gomes disse...

Sempre lembro do Sheen em 'Platoon', que por sinal é um filmaço! Curioso é que só há pouco tempo eu só soube dessa sua personalidade conturbada. Muito triste. Ele chegou num ponto em que só Deus poderá consertá-lo. Não só ele. O mesmo digo desses "capetinhas" perdidos e totalmente desassistidos. Peço misericórdia a eles, e a nós também, para que não endureçamos o coração em meio a essas tregédias humanas.

Dani disse...

Qua a nossa mente não se cauterize, que a nossa voz não se cale e que os nossos sentidos ainda possam perceber os "capetinhas" que estão à nossa volta!
Abçs...