quarta-feira, 23 de julho de 2014

Eu e Ela

Ela é minha,
Eu sou dela.
Mesmo ela sendo amarela,
Da cor dos raios do sol.
Eu sou meio obscura,
Tenho as nuances da lua,
E tenho um medo do dia,
Como se minha alegria,
Fosse morrer de manhã.

Ela acorda feliz, 
Recita uns versos e me encanta,
Eu no escuro a escuto,
A menina que enfim sabe as rimas,
Que conectam o meu coração.
Mesmo na manhã estranha,
Ela ordena aos céus uma chuva,
Pra que eu possa sorrir.

É estranho como o céu desaba, 
Assim que ela manda cantando,
Os trovões já vão anunciando,
O que está porvir.
O dia escuro que amo,
A chuva que cai porque amo, 
E ela quem manda e eu a amo,
Cada dia muito mais.
Por que eu sou dela e ela é minha.
É ela toda minha paz...

Gláucia Carvalho
23.07.2014
(Para minha filha Luísa. A Dona dos encantos meus...)

Um comentário:

J.F.AGUIAR disse...

Ela manda e você ama!!!!! Bjs. Fraterno !