sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Raiar

Olhar um álbum antigo,
É como rever um amigo.
É como estar em um abrigo,
Da tempestade lá fora.
É estar aqui e agora,
Na certeza de que quem guarda é Deus.
A Ele pertencem todos os dias meus.

Olhar-se numa fotografia,
É ver que por mais que fria
E escura tenha sido a noite,
Seguramente o dia raiou.
A luz do sol me esquentou,
Como me aquece o sol da justiça,

São de Jesus as primícias de tudo que tenho e sou.

Olhar-me no espelho recentemente,
Faz-me brotar ardente,
Pelo muito que passei e no entanto,
Estou viva e consolada,
Guardada e amada,
Pelo Doce Espírito Santo!

Gláucia Carvalho
19.9.2014

2 comentários:

Jefferson Ferreira Carvalho disse...

Não sou muito bom com as palavras escritas, por isso admiro e me inspiro com os que tem tal dom e habilidade.
Minha alma se alegra com palavras que refletem a dor, a alegria, a simplicidade... Todos os sentimentos que podem ser expressos para Deus, sem medo de ser censurado; mas na certeza de ser confortado.
Pr. Jefferson.

J.F.AGUIAR disse...

A Deus toda honra, toda glória, forte abraço minha amiga, vamos amenizar nossas distâncias e lonjuras observado a poesia.