domingo, 16 de abril de 2017

Delicadeza

Existe uma coisa fina,
Entre o finito de agora,
Que fica nas coisas de cima,
E que jamais vai embora.

Mesmo sendo finita,
Essa coisa tão bonita,
Gira como a eternidade...
Chega a ter alma bendita,
Quando pinga em detalhes,
Juntando-se aos sete mares,
Abrindo um sorriso meu!

É assim que te sinto chuva,
É assim que te sinto cinza!
Quando o céu se transforma em beleza,
Para mim, é de Deus a presença,
Plena em delicadeza...

Gláucia Carvalho
16.4.2017

Nenhum comentário: