terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Vida Feito Vento

Estou repartindo-me ao meio,
Os dias, as noites, os receios,
Resolvi dividir o que me resta
E o que sobrou da festa,
Como quem chega de surpresa,
E é o dono da mesma.

Aprendi que balões não são eternos,
Que a música também acaba,
Que os convidados retiram-se aos poucos,
E o que resta é você e nova estrada...

Algumas tranqueiras para a lixeira,
Inclusive livros de cabeceira,
Inclusive manias corriqueiras,
Que tomam tanto tempo.

Pois a vida, como o vento,
Vai por onde Deus soprar,
E que a vida feito um vento,
Há de um dia não ventar...

 

Gláucia Carvalho

6 comentários:

ana Paula e jean disse...

Glau, você consegue sempre tocar nossos corações com suas inspirações.Te amamos!!

Renato Nunes disse...

Nossa! Lindo texto...
Como sempre, né? Você tem isso na alma, no sangue, uma poetiza que nasceu só pra nos trazer essa belas palavras, palavras arrancadas do âmago, com certeza vieram do fundo do peito. Enfim, amo-te minha amiga...

Ahhh! Te invejei e fiz um blog tbm..heheh

Falou beijãooo

Nane disse...

AMEI o blog. Aliás... tava passando da hora, né? :-)
Mas vai colocando as coisas antigas, os poemas já (per)feitos, os rabiscos dos guardanapos (esses são os melhores!). Quando as pessoas lhe descobrirem de verdade, você vai parar na Academia Brasileira de Letras... rsrsrs

Beijo blue da fãmiga, minha amígola ;-)

Anne Baylor disse...

Fantástico..


Vou linkar seu blog no meu..



beijoS>

mr.suigenerisgroup disse...

Gláucia, quanta sensibilidade, quanto sabedoria, quanta vivência,éhhhh Gláucia, é a vida, é o leva e tráz sim do vento sim, vc tem razão, como as ondas em "porto"...que a nossa festa se renove não só se finde, adoro vc, vc deve ser uma excelente mãe,ótima amiga, acredito que a cada dia estamos mais preparados para receber algo, receber alguém, abrir nossos corações, A resposta certa vem de DEUS...queria te ver, tô com saudades. grande beijo , amo o que vc escreve e canta. se cuida muito. Marcelo Rocha

J.F.AGUIAR disse...

Belo, muito belo!!! nos invade
de uma suavidade tão boa! estou feliz!...