terça-feira, 27 de julho de 2010

Não vivo sozinha



Febril,
Teimosa,
Faceira,
Dengosa.
Deserta,
Misteriosa,
Moinho,

Mais vinho?
Mais passos,
Mais vozes,
Mais músicas,
Mais danças,
Sim, mais esperança!
Mais certo que vivo,
É vivo meu Deus!
Não vivo sozinha!
Minha dor não é minha.
Divido com outros,
Os pactos são portos,
Sou luz, sou poesia,
Sou vida, enterrei,
Já velei, os meus mortos!


By Gláucia Carvalho
27.julho.2007

por volta das 17h30

4 comentários:

Gláucia Carvalho disse...

Gosto de fazer uma "nota" sobre o que escrevo, quando ainda está fresquinho e me lembro dos detalhes. Fiz dedicado novamente a um querido amigo, Martin! Ele me escreveu uma mensagem hoje, no Facebook, local, onde posso interagir, com grandes artistas, pessoas maravilhosas, que enchem meu dia de poesia, vida e música.
Neste ínterim, Eliana Vietri, leu e imediatamente, "batizou o nome desta despretensiosa "poesia" de "Não vivo sozinha". Eu nem iria publicá-la aqui, mas gostei tanto do nome, que vai aí! Um beijo enorme para Martin e Eliana. Dois presentes de Deus em forma de dois seres humanos, fantásticos!

beijos, n'alma...

Até já, já! -)
Gláu

J.F.AGUIAR disse...

Eu passei por aqui, para ver e sentir...Deus é contigo minha
irmã.

Gláucia Carvalho disse...

Obrigada Sr José! Sempre tão atencioso!
Vou postar a belíssima poesia do senhor...
Pelo carinho, pelas orações, por estar sempre me apoiando e ajudando, meu carinho imenso! Toda paz, sossego e silêncio, ao senhor e aos seus...

Gláucia

eliana vietri disse...

Queridona,passei por aqui e,vi seu comentário sobre mim,vc realmente é uma fofa viu!!Fico honrada de poder ter uma amiga como vc,que escreve e canta com tamanha sensibilidade.Gláu
beijos no seu ♥ sucesso sempre minha linda!!!