domingo, 1 de julho de 2012

Desejo

Eu queria uma coisa imensa
Como uma conchinha da praia.
Eu queria algo avassalador
Como um abraço de irmã
Para diluir esta dor.

Eu queria o deslumbre imensurável
De mergulhar no riacho
Conversando debaixo da água,
Com meus irmãos, mas não os acho.

Eu queria mais que todas as riquezas,
O colo dos meus avós
Quão pretensiosa vontade a minha
Para não me sentir sozinha.

Gláucia Carvalho
Primeiro de julho de 2012

4 comentários:

J.F.AGUIAR disse...

Passei para observar como faço sempre, e dizer você não está só
forte abraço minha amiga de letras bons dias!

Enny Lima disse...

Suas poesias são belas...

Gláucia Carvalho disse...

Sr José, como sempre, muito obrigada pelo carinho do senhor! grande abraço!

Gláucia Carvalho disse...

Enny Lima, que bom que está aqui. Seja bem vinda! MUITO OBRIGADA pelas palavras...

beijo no seu coração!