sábado, 18 de janeiro de 2014

Vaidade

Já dizia o sábio Salomão:
"Tudo é vaidade é correr atrás do vento."
Eu sei disto! Não me contento.
Todo dia há um mal pra se passar,
Toda semana há um motivo pra chorar,
Todo mês, começa tudo outra vez.
Melhor é o pouco com paz.
Porque correr tanto por um tanto a mais?

O que vale é o tesouro da calma,
Que reside só dentro da alma,
De quem começa a entender Salomão.
Há momentos de dizer sim, há momentos de dizer não!
Fico com a beleza da simplicidade,
Tudo passa nesta vida de vaidade.
O maior sentimento que fica é o amor,
E a maior dor, em nós timbrada, é a saudade...

Gláucia Carvalho
18.1.2013

2 comentários:

J.F.AGUIAR disse...

Gláucia meu apreço e atenção pelos seus versos, e digo isto "Mesmo na ausência de um mar busco ancorar meu barco no céu" forte abraço minha amiga! A Paz!

Victor Martins disse...

A transição da vida em momentos distintos,com pessoas distintas.Acho que a vida não teria tanta graça se fosse tudo perfeito.Talvez nosso coração não acelerasse em muitos momentos.Bj Glaucia.